Browsing Category

Infantil

Infantil, Infanto Juvenil, Livros

Resenha: George, Alex Gino

George é o tipo de livro que me motiva a ter um blog sobre livros. Acho que isso já resume bem o que eu achei. É o primeiro livro com um protagonista transgênero direcionado para o público infantil/infantojuvenil feito no Brasil. É um livro para crianças, importante notar, então antes de começar a leitura a gente precisa lembrar como era ser criança.

George, Alex GinoSeja quem você é. Quando as pessoas olham para George, acham que veem um menino. Mas ela sabe que não é um menino. Sabe que é menina. George acha que terá que guardar esse segredo para sempre: ser uma menina presa em um corpo de menino. Até que sua professora anuncia que a turma irá encenar “A teia de Charlotte”, e George quer muito ser Charlotte, a aranha e protagonista da peça. Mas a professora diz que ela nem pode tentar o papel porque… é um menino. Com a ajuda de Kelly, sua melhor amiga, George elabora um plano. E depois que executá-lo todos saberão que ela pode ser Charlotte — e entenderão quem ela é de verdade também.

Peguei esse livro com a Galera Junior por pura curiosidade de como a história se desenvolve. Não faço parte da comunidade LGBT, mas isso não me impede de simpatizar com a causa e ficar feliz de ver um livro com a temática voltado para crianças. Como alguém que vê de fora, fiquei bem feliz com o resultado desse livro.

Continue Reading

Infantil, Livros

Resenha: Yakuba, Thierry Dedieu

Yakuba me chamou a atenção por ser um livro que trata da África, algo que não aparece com frequência nas minhas leituras. É super curtinho, mas me surpreendeu muito!

YAKUBA

Livro de temática africana, sobre um jovem que está prestes a se tornar um guerreiro.
Amanhece na savana africana. E, para o jovem Yakuba, é um dia especial: ele está prestes a se tornar um guerreiro. Para provar sua coragem, precisa, no entanto, enfrentar um leão. Sob o sol escaldante, o menino-homem caminha, com medo, e finalmente encontra o inimigo. Ansioso, ele corre para lutar, mas é paralisado pelo olhar do grande felino, que está ferido. Agora Yakuba deve decidir: ou mata o animal, e ganha o respeito da tribo, ou o poupa, e se torna homem a seus próprios olhos.

Fonte: Skoob

O livro tem apenas 40 páginas e nelas, muitas ilustrações e pouco texto. Se eu for além do que está na sinopse, vou contar o final. O essencial é saber que para Yakuba se tornar guerreiro, precisa matar um leão, mas o que ele encontra na mata está ferido. Ele então divide conosco na narrativa a reflexão do jovem e as consequências da sua escolha.

Yakuba é um livro infantil. Tem pouco texto, letras grandes e muitas ilustrações. As ilustrações, inclusive, são lindas. Os desenhos impressos são como telas coloridas com carvão. Só esse detalhe já me encheu os olhos. Um livro para crianças que não vem todo colorido e com desenhos mais que perfeitos. A temática também é muito boa. Tem um enredo e uma construção da história não comuns no gênero. Vem com o que todo livro infantil pede: uma questão a resolver, a ideia de crescer, precisar tomar decisões por si só, entender o que as decisões causam e uma moral para a história. Ainda assim, é bem diferente do que eu li quando pequena.

Apesar de curtinho, o formato do livro é enorme! Ele mede 33x23cm. Esse pequeno-grande livro me chamou muita a atenção e já até passei ele para meu sobrinho (que ainda nem nasceu, mas tá com quarto decorado com animais da floresta). Apesar de se passar na África, foi feito por um autor e ilustrador Francês, o que também foi novidade para mim. Indico muito para quem quer incentivar a leitura dos pequenos e fugir dos contos de fadas, Disney e outras que vemos por todos os cantos.

Ficha Técnica
Autor:
Thierry Dedieu
Editora: Galera Júnior
Ano: 2016
Páginas: 40
ISBN-10: 8501101834

Clássicos, Infantil, Livros

Cinco razões para ler O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry

O-pequeno-príncipeO Pequeno Príncipe não é o tipo de livro que eu me sinta segura resenhando. Além de ser super curto – se eu contar o que acontece conto quase o livro inteiro – é daqueles clássicos que são analisados por profissionais. Deixo aqui então minha opinião contando porque você deve ler O Pequeno Príncipe, se ainda não leu, ou deve deixar para lá.

Um piloto cai com seu avião no deserto e ali encontra uma criança loura e frágil. Ela diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E ali, na convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e encontram o sentido da vida.

Fonte: Skoob

 

Motivos para ler:

  1. É um clássico e todo mundo fala sobre o tempo todo. Ler vai te dar base para ter uma opinião sobre o livro e entender todo o amor que as pessoas tem pela história – além de poder usar as frases sem medo 😉
  2. É muito curto. Dá pra ler em algumas horas, então não tem desculpa de preguiça ou algo do tipo.
  3. É tocante. A história do pequeno Príncipe, seus princípios, conceitos, amizades e seu modo de enxergar o mundo vão te colocar para refletir.
  4. As ilustrações são todas lindas e é uma delícia relembrar como “livros com figuras”, como diria Alice, são gostosos.
  5. A escrita de Antoine Saint-Exupéry nesse livro é bem singular e nos faz quase ouvir a história sendo contada. As palavras são bem trabalhadas e isso resulta em um texto ótimo.

Motivo para não ler:

  1. Se você realmente não tiver vontade. Se for esse o caso, possivelmente vai achar o livro chato e aumentar a birra com clássicos.

Quem já leu a obra gostou? Conta pra gente nos comentários!