Browsing Category

Geek

Filmes, Geek, Seriados

Um ano de blog + expectativas 2017

Nem parece tanto, mas cá estamos nós. Há um ano resolvemos criar o blog para compartilhar nossas aventuras literárias e comentar nossas opiniões sobre esse mundo gigante da escrita criativa.

Erramos, aprendemos, escrevemos, lemos e criamos. Em um ano, muito mudou da nossa concepção do que é ter um blog, como fazer resenhas, como escolher leituras e muito mais. É gostoso chegar nessa data e perceber que evoluímos. Com esses novos aprendizados, daremos continuidade ao Sobre Livros e Outras Coisas em 2017.

Já disse J.K. Rowling que nenhuma história vive a não ser que pessoas queiram ouvi-las e, também podemos dizer, existe público para diferentes mundos, gêneros e tamanhos por ai. Mas não só a vontade de contar e conhecer histórias move o mercado da escrita criativa. Aproveitando que nos aventuramos por muitos gêneros literários em 2016 resolvemos criar aqui no blog uma nova categoria de posts sobre escrita: dicas para blogs, textos e livros num geral. Duas vezes por mês vocês podem encontrar nossos textos por aqui. O primeiro vem na próxima semana, não perca!

E, como não poderia passar em branco, apresentamos hoje nossas maiores expectativas para 2017! Com certeza vai ter post sobre aqui no blog. É o nosso top 9 de lançamentos ou histórias que queremos conhecer. O que vocês estão ansiosos para ler ou assistir nesse ano? Deixe um comentário!

E para quem acha mais fácil manter contato nas mídias sociais, estamos no Instagram e nossos posts também estão no Facebook. Nos vemos lá!

Blog, Filmes, Geek, Livros

Adeus, 2016.

2016 chegou cheio de surpresas, especialmente para nós, que criamos o blog neste ano. Foi um ano diferente, que impôs algumas cobranças para nossas leituras, mas que também nos provou como é gostoso compartilhar ideias sobre livros.

Fechamos o ano com 53 resenhas aqui no blog. Destas, 48 foram de lançamentos.Também comentamos filmes e séries e conhecemos muitas histórias no ano que passou. Algumas acabaram não aparecendo por aqui, mas você pode conhecer nossas histórias favoritas do ano nesse TOP 9 que separamos.

TOP 9 2016
Filmes, Geek

5 motivos para você assistir Dr. Strange

O novo longa da Marvel estreou essa semana aqui no Brasil. Dr. Strange traz novos personagens e novos ares para o universo dos super heróis no cinema, que, convenhamos, anda bem movimentado – este é o terceiro lançamento da Marvel de 2016 (contamos Deadpool, mesmo ele não sendo parte, exatamente, desse universo conectado dos filmes). Se a gente for considerar os longas da DC Comics, então, dá até pra falar que tem coisa demais. Mas as produções são boas, os elencos são bons, as histórias envolventes e acompanhar o crescimento do universo fictício continua divertido, então já fomos conferir o lançamento e separamos aqui 5 motivos para você não pular esse filme.

  1. Apesar de ser mais um filme de super heróis, ele é diferente dos demais. Não tem uma identidade secreta, não tem, exatamente, super poderes, não é resultado de um experimento científico (que deu certo ou não) e não precisa de uma armadura.
  2. A trama também é diferente. Sim, temos um vilão e assistimos o nascer de um herói, mas ao invés de uma guerra, semi-deuses ou aliens, aqui temos uma imersão em outras dimensões, espiritualidade e magia.
  3. Os efeitos especiais estão muito bons. No trailer já dá para ter uma ideia e o filme todo usou muitos efeitos. Além dos efeitos de ação, os cenários criados também estão incríveis. Pessoalmente, já estou esperando, no mínimo, uma indicação ao Oscar nessa categoria.
  4. É uma história nova para o universo. Acompanhamos o nascer de alguns heróis, como Capitão América, Homem de Ferro e Thor, e como surgiram os Vingadores. Esse pessoal já está com filmes e sequências e, podemos imaginar, chegando ao fim de suas narrativas no universo. Dr. Strange vem com cara de novidade, ampliando a gama de personagens e abrindo as portas para o futuro dos filmes da Marvel.
  5. O elenco. Acho que um dos méritos da Marvel na construção dos filmes foi a escolha certeira (da maioria) dos atores. Com esse não é diferente.

Quem já foi assistir? Quem ainda vai? Não esqueçam de esperar a cena pós-créditos! 😉

Pra quem ainda não se convenceu, confere o trailer:

Geek, Livros, Super-herói

Primeiras impressões: A Morte do Capitão América

Não sou muito desse tipo de post (é o primeiro aqui no blog), mas resolvi aproveitar que esse é meu primeiro contato com livros de super-heróis para começar. Faz alguns dias que comecei a ler e cada dia descobri algo novo (e só não peguei de jeito a leitura porque sempre acabo lendo só 10 minutinhos por algum motivo). Estou na página 50, completamente envolvida na história e encantada com a “romantização” de HQs.

DSC00016

  1. Quando vi essa capa na livraria, não sabia se corria pra ler ou se chorava esse título que conta tudo. Me contaram que isso é comum em quadrinhos. Fiquei chocada.
  2. Você precisa conhecer o atual mundo da Marvel pra entrar nessa leitura. Pode ser com os outros livros e HQs, mas os filmes são tão bons que vale a pena investir suas horas. Eu estou entendendo bem os locais e personagens conhecendo só os filmes.
  3. A narrativa é outra. É rápida, direta, ágil e te envolve muito rápido. Imagino que seja assim para não se afastar muito dos originais dos quadrinhos, mesmo tirando as imagens e tendo que desenvolver a história.
  4. A organização dos capítulos ainda me intriga. Temos eles e os interlúdios, que acontecem entre alguns capítulos (entre o capítulo 5 e 6, por exemplo, temos o interlúdio 4).
  5. A diagramação está linda! Temos ilustrações por todos os lados: dentro da capa, em alguns capítulos, em páginas importantes para o livro e naquelas pausas no texto dentro dos capítulos.
  6. É tendência. Lembra quando super-herói era sinônimo de Homem-aranha, Batman e Superman? Pois é, esse mundo ficou no passado. Desde que a Marvel decidiu começar seus filmes em 2008, com Iron Man, esse universo só cresce. Já são 13 filmes lançados e mais 7 em produção (ou anunciados). As HQs estão por todos os lados. Marvel e DC viraram assunto do almoço de domingo. Aqui no Brasil, a Novo Século está com 10 livros lançados (pra quem quiser aproveitar, aliás, tem promoção na Saraiva, com todos os livros!)

Espero gostar do enredo, pois do estilo e da estética, já gostei. Estava doida pra cair em um livro desses então só faltou dar pulinhos quando recebi pelo correio esse mês (valeu, Novo Século!).

Quem ai lê livros de super-heróis? Alguma dica? Alguém já leu esse? Resenha vem em breve!

Filmes, Geek, Livros

Star Wars: Como o universo se expandiu

size_810_16_9_star-wars

Há algum tempo, no que poderia ser uma galáxia muito distante, Star Wars quase virou história. Possivelmente ninguém imaginava que hoje, 30 anos depois do lançamento do primeiro filme, as vitrines das livrarias estariam abarrotadas de livros que se passam no universo imaginado por George Lucas. Sim, o primeiro filme foi um sucesso, assim como os outros dois, mas tudo parecia encerrado ali. A história tinha sido contada, Darth Vader derrotado e cada um podia imaginar o que aconteceria na galáxia.

Em palavras duras, Star Wars sobreviveu por alguns caprichos de seu criador: o Rancho Skywalker e a Lucasfilm. George Lucas criou esse império, um local gigantesco para sua empresa, mas ele não queria mais criar filmes sobre Star Wars e seus filmes experimentais não teriam lucro suficiente para sustentar a estrutura. Nesse período, foram feitos alguns filmes para a televisão e continuavam sendo publicados quadrinhos, mas depois 1985, Star Wars começou a perder a força.

Foi quando, em 1988, o universo começou a se expandir para os livros. O primeiro, Herdeiro do Império, foi publicado apenas em 1991, mas em dois meses tornou-se um best-seller do New York Times e mostrou como o universo podia ser explorado em outro formato. Se você se espanta com o número que parece infinito de livros sobre a saga, não está errado: só em 1997, 22 novos livros de Star Wars chegaram às lojas. Na verdade, entre 1991 e 2013, pelo menos dez romances sobre a saga foram lançados por ano. Hoje, temos cerca de 260 romances, dezenas de contos e mais de mil quadrinhos publicados, escritos por mais de 120 escritores.

Continue Reading

Biografia, Geek, Livros, Não-ficção

Resenha: Como Star Wars Conquistou o Universo, Chris Taylor

Ano passado eu decidi que estudaria como foi feito o Marketing de Star Wars para a pós-graduação. Foi então que descobri esse livro, que é quase uma biografia do mundo criado por George Lucas. Se já admirava o trabalho feito antes, agora que li sou ainda mais fã desse criador e acabei completamente apaixonada pelo mundo que criou e como os fãs cuidam dessas histórias.

sw_livro

Por várias gerações, Star Wars tem arrastado fãs de todas as idades aos cinemas, às lojas de brinquedos, às livrarias — praticamente a todo lugar que se vai, Star Wars está presente como uma entidade maior do que os filmes da saga. É indiscutivelmente o maior fenômeno da cultura pop, tão abrangente em todos os sentidos que mesmo aqueles que não assistiram ao filme conhecem a figura de Darth Vader e a maior revelação da história criada pelo cineasta George Lucas.

Em um trabalho jornalístico surpreendente, Chris Taylor revela segredos que até o fã mais radical desconhecia, derruba e confirma antigos mitos e rumores sobre sua produção, e dá voz a todo mundo que foi relevante na criação de Star Wars como um todo, de aliados a desafetos de George Lucas. Porém, apesar de falar sobre Star Wars, o livro vai muito além: fala sobre cinema em geral, administração, gerenciamento de marca e até determinação pessoal.

Fonte: Skoob

A não ser que você tenha evitado o assunto, deve ter cruzado com alguma coisa de Star Wars no ano passado. Brindes em produtos, linhas especiais para lojas, até balde de pipoca. Tudo isso porque a série ia renascer em dezembro, com o início de (mais) uma nova trilogia e spin-offs. Star Wars estava, literalmente, em todos os cantos – e deve continuar a estar até que terminem todos os seis filmes esperados nessa nova fase (sim, seis!).

Continue Reading